logotipo

Pilates. Cinco perguntas, cinco repostas.

Luciano Melo |

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em StumbleuponCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

As aulas de Pilates são iguais para todos?

Não. Elas se diferenciam de acordo com as necessidades e objetivos definidos por cada pessoa e seu treinador. O método dispõe de mais de quinhentos exercícios e variações, que correspondem ao grau de condicionamento físico e às limitações do praticante.
O Pilates é indicado para quem já desenvolveu uma hérnia discal?
Sim. Especialmente para casos crônicos e, obviamente, com liberação médica. O trabalho de fortalecimento e alongamento minucioso dos músculos abdominais e paravertebrais colabora com a atenuação dos vícios posturais - por exemplo. É uma forma de reforço muscular indicado pelos médicos por ser uma atividade física de baixo impacto, que trabalha a musculatura sem lesar outras partes do corpo.
Pilates é feito só no chão?
Não. Na verdade a aula pode ser realizada no solo, o que é conhecido como MatPilates, ou, ser realizada apenas em aparelhos próprios para o Pilates. No studio mesclamos as duas opções nas aulas – trabalhamos essa possibilidade de acordo com o condicionamento físico de quem treina. No solo, os exercícios são realizados com o peso corporal e ou com acessórios - como bolas e faixas elásticas. Nos aparelhos, quem eleva o grau de dificuldade ou facilidade na execução dos exercícios é a mola. São diversas molas que oferecem diversas intensidades e são adaptadas de acordo com as centenas de possibilidades desses aparelhos.
Os resultados com a musculação e com o Pilates são os mesmos?
Não. A diferença básica está no fato de que com o Pilates os músculos ficam fortalecidos e o corpo acaba por ganhar um contorno mais definido, sem aumento de volume nos músculos. Já na musculação, com a hipertrofia muscular, temos àquele efeito de fazer “crescer” os músculos trabalhados. Dizemos que no Pilates a tendência é você ter o corpo forte como de um bailarino, “alongado e definido”.
Existe algum tipo de contra-indicação para a prática do Pilates?
É bem verdade que todas as pessoas têm receio de se machucar fazendo exercícios. Por isso, todos que querem começar um programa de treinamento físico devem primeiramente conversar com o seu médico. Este vai determinar e encaminhar sobre detalhes do corpo do paciente, que se apresentam importantes de serem observados, de forma que os professores poderão trabalhar com segurança e precisão.


 

Luciano Melo - CREF 018904-G/SP: Educador Físico pós
em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição;
formação em Método Pilates; faixa preta 3° Dan.

Suellen Carvalho - CREF 088160-G/SP: pós em
Exercício Físico Terapêutico, formação em Método Pilates;
faixa preta 1° Dan.

 

(19) 3648.8683 | 99704.9060
Av. Paschoal Ardito 634, sala 07
São Vito – Americana

www.weltpilates.com.br
  weltpilatesetreinamentos
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Estúdio com HELPMÓVEL