logotipo

MICROFISIOTERAPIA, A DOR E O EMOCIONAL

JULIANA NICOLETE

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Uma técnica que trata a causa da doença, e não apenas os sintomas

A microfisioterapia, técnica específica da fisioterapia, trata a relação do emocional com o físico de forma que é possível detectar qual região do corpo está afetada por traumas, e, fazer o desbloqueio, visando sua completa funcionalidade.

Qual a relação do emocional com as dores físicas?
Quando vivenciamos um problema emocional, o corpo não está preparado e desencadeia reações instintivas, pois sofre o impacto referente ao trauma vivido. Com o passar do tempo as sensações se amenizam, mas, ocorreu o registro nas células do seu corpo – a memória celular. A partir desse trauma o corpo tem que achar uma maneira de recompor os danos, e modifica todo o sistema corporal, quando podem surgir sintomas físicos e psicossomáticos. Esses impactos emocionais podem ser transmitidos através da geração familiar, gestação, podem ocorrer na primeira infância, adolescência e vida adulta. Sendo assim, quando a dor se instala no físico já é a última fase de expressão do corpo, e tem um papel importante quando traz a consciência de que precisamos de cuidados.

O que é a microfisioterapia?
Uma técnica manual, criada pelos franceses Grosjean e Benini, que tem por objetivo retirar os bloqueios/traumas que atrapalham o funcionamento natural do corpo, através de micro toques, que são capazes de detectar as regiões que estão com funcionamento ruim.

Qual a indicação da microfisioterapia?
É indicada para tratamentos de doenças psicossomáticos e doenças físicas como, por exemplo, na fibromialgia, enxaqueca, alergia, rinite, dor física, ansiedade, depressão, doença autoimune, etc. É indicada para todas as idades. Não é recomendado para pacientes que estão com a saúde muito debilitada.

Como é feita a sessão?
A duração da sessão é de uma hora. É realizada uma avaliação através de perguntas, e, em seguida iniciamos a técnica. Durante a sessão podemos localizar a região afetada pelo trauma - que nem sempre é o local da queixa. A partir desse ponto, com toques específicos, vamos identificar qual conflito vivido pelo paciente gerou tal bloqueio, e em seguida liberar essa região para que o seu funcionamento volte correr normalmente, ou seja, promovemos a autocura no corpo.

Quantas sessões são necessárias no tratamento?
Após realizar o primeiro atendimento é necessário aguardar de quarenta a sessenta dias para realizar a próxima sessão. Geralmente é indicado entre três e quatro sessões para o mesmo sintoma, o que pode variar de acordo com a avaliação e evolução de cada paciente.



juliananicolete

JULIANA NICOLETE CREFITO
181651-F
Fisioterapeuta
Formada em Microfisioterapia (P8 – MKE)
Pós Graduação em Acupuntura
Especialização na Universidade WFAS Beijing – China
Terapeuta Florais de Bach


juliananicolete

(19) 99197.2950
Rua Peru, 636, sala 111 – Frezarin | Americana