logotipo

PSICOLOGIA E CÂNCER: POR QUE PRECISO DE UMA PSICÓLOGA?

LANA PETRINI

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

O acompanhamento psicológico é fundamental nessa fase tão sofrida

Não é segredo pra ninguém que os fatores psicológicos influenciam a saúde física das pessoas – tanto de forma positiva quanto negativa. Por outro lado, a doença física também repercute no estado psicológico.
É muito importante cuidar do aspecto psicológico, principalmente nos casos de doenças físicas complexas, como o câncer.
Doença crônica que tende a consequências bastante desconfortáveis, como a inerente dor, baixa autoestima, imprevisibilidade, ideias suicidas, pavor, pânico e transtornos diversos. Surge então as dificuldades no relacionamento familiar, no interpessoal e no trabalho. Esse sofrimento emocional, se ignorado, pode acarretar redução significativa na qualidade de vida do doente, dos seus familiares e afetar de forma negativa a adesão e até eficiência nos tratamentos.
Mesmo com os grandes avanços da medicina o momento é vivido de forma extremamente temerosa.
A psicoterapia é imprescindível para superar o mal-estar gerado pela palavra “câncer” - é preciso preparar o doente e sua família já a partir do diagnóstico. A psicóloga é facilitadora nesse processo, mantendo como foco o doente e não a doença. É o mostrar ao acometido pelo câncer que é possível compartilhar, o buscar o seu eu, para assim atenuar os sentimentos de solidão, de derrota, ansiedade, depressão, da perda da dignidade e de medos.
Num compartilhar com cumplicidade, a psicóloga trabalha o sofrimento psíquico, favorece a ressignificação dessa experiência, acolhe e traduz as emoções. Ela facilita um novo olhar e faz valer a vontade do paciente.


lanapetrini
 

LANA PETRINI
CRP 06/128061
Neuropsicopedagoga e Psicóloga

lanapetrini logo


(19) 99708.5371

Av. Tiradentes, 981 - sala 7 - interfone 207 - Jd. América - Santa Bárbara d'Oeste
Rua Lavapés, 219, Centro - Limeira