logotipo

DEPRESSÃO. COMO A MICROFISIOTERAPIA PODE TE AJUDAR.

JULIANA NICOLETE

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Toques sutis que proporcionam toda regulação no corpo, e promove o bem-estar

A depressão é considerada uma doença psíquica crônica, e, por acometer parte da população vale à pena entender melhor o seu mecanismo e as possíveis causas – e se afastar dos muitos “tabus” que existem.
Cada pessoa possui sua individualidade, reage de maneira diferente frente a mesma situação, tem sua percepção de vida, e, na depressão também é assim. Não existe um comportamento padrão para pessoas com depressão. Quanto aos sintomas iniciais podemos apresentar apatia, falta de motivação, medos, dificuldade de concentração, perda ou aumento do apetite, indecisão, insegurança, insônia, desprezo por atividades antes prazerosas, sensação de vazio, irritabilidade, ansiedade, angústias.
Além dos sintomas psíquicos temos os sintomas físicos, tais como problemas digestivos, dor de cabeça, distúrbios do sono, tensão na nuca e ombros, mal-estar geral e aperto no tórax, cansaço ou fadiga, mudanças no apetite e no peso, dores no corpo, e, baixa imunidade. Identificados alguns desses sintomas está na hora de buscar ajuda.
Estudos mostram que a depressão está relacionada a alterações químicas ocorridas no hormônio do bem-estar, a serotonina. E muitos fatos podem provocar essas alterações, o abuso físico, emocional e sexual, morte ou perda da pessoa amada, o histórico familiar, isolamento e exclusão familiar e de grupos sociais, as doenças graves, abuso de substâncias químicas, medicações específicas, estresse, dentre outros. Todas essas situações geram um bloqueio físico, que pode estar localizado em qualquer parte do corpo, mas, quando afeta as glândulas ou outros órgãos que secretam os hormônios do prazer, o sintoma seguinte será o da depressão.
A principal chave para a recuperação está no tratamento de traumas da infância e da vida adulta, e uma excelente ferramenta que podemos utilizar para corrigir esses bloqueios é a microfisioterapia. Podemos desbloquear os locais onde os traumas estão “armazenados” e proporcionar um perfeito funcionamento naquela área onde estava “registrado” o trauma.
A microfisioterapia foi criada pelos franceses, chegou ao Brasil há cerca de quinze anos. Com toques suaves é possível detectar quais são os traumas vividos e herdados, mesmo de gerações passadas, e eliminá-los do corpo.
A sessão tem duração média de uma hora, pode ser feita em adultos e crianças, geralmente são indicadas de três a quatro sessões para tratar o mesmo sintoma. A microfisioterapia pode ser aplicada em conjunto com outros tratamentos, e, não substitui o tratamento medicamentoso e terapêutico.


juliananicolete 

JULIANA NICOLETE CREFITO 181651-F
Fisioterapeuta
Microfisioterapia (P9 – MKE)
PNS – Pratica Neurossensorial
Pós Graduação em Acupuntura
Especialização na Universidade WFA Beijing – China
Barra de Access
Terapeuta Florais de Bach


juliananicolete

(19) 99197.2950
Rua Peru, 636, sala 111 – Frezarin | Americana