logotipo

“TENHO INTESTINO PRESO", E AGORA?

ROBERTA TRAVASSOS GOMES

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Protocolo específico de tratamento da constipação para melhora do seu trânsito intestinal, humor e sua saúde, com resultados imediatos

Tenho intestino preso. Quantas vezes escutamos isso? A prevalência da constipação é alta no Brasil, causada especialmente pela alimentação rica em produtos industrializados, pobre em fibras e pela baixa ingestão de água.
Além da dificuldade de evacuar, as pessoas constipadas relatam sintomas tais como desconforto abdominal, distensão abdominal, gases, esforço para evacuar, dor e sensação de evacuação incompleta.
Muitas pessoas e profissionais da saúde subestimam esses sinais e sintomas que podem ser indícios de algo mais grave, como doenças inflamatórias intestinais, doença celíaca ou até mesmo câncer. Por isso, se você já tem uma dieta adequada, já segue as recomendações e suplementação abaixo e mesmo assim tem o intestino preso, é hora de procurar um bom gastroenterologista.
O quadro abaixo contém os critérios de Roma, utilizados por especialistas para diagnosticar a constipação - pelo menos dois dos sintomas abaixo por pelo menos doze semanas, no último ano já configuram constipação.

CRITÉRIOS para a constipação
1 - Esforço para realizar evacuação em pelo menos uma de cada quatro vezes
2 - Fezes endurecidas pelo menos uma de cada quatro vezes
3 - Sensação de evacuação incompleta pelo menos uma de cada quatro vezes
4 - Menos de três evacuações por semana

Vale lembrar que tomar laxantes frequentemente é muito prejudicial, mesmo os naturais, pois “irritam a parede do intestino”.

A ACÁCIA selecionou o que tem de melhor para saúde intestinal, num protocolo único e infalível para o seu funcionamento regularmente, sendo eles:
Probi 25+ Acácia - blend concentrado de probiótico, leveduras e paraprobióticos em cápsulas, com 25 cepas, num total de 25 bilhões de UFC. Quanto maior a variedade e quantidade de cepas, melhor, pois simula a microbiota natural do intestino, que são as bactérias do bem que protegem nosso organismo, melhorando o trânsito intestinal e ainda a imunidade, colesterol, peso, alergias e câncer.
Psyfiber Acácia – um blend completo de fibras solúveis, insolúveis e prebióticas, apresentado em pó, que aumenta o peso das fezes e estimula o funcionamento intestinal. Facilmente solúvel em água ou suco. Reduz o colesterol, triglicérides, glicemia e emagrece. Estudos apontam que o consumo dessa fibra reduz 3kg de peso corporal, em um ano de uso.
Glutamina – é um aminoácido na forma de pó que funciona como um alimento para as células intestinais. Refaz toda a parede intestinal, repara lesões e ajuda na fixação dos probióticos.

SEGUEM ALGUMAS RECOMENDAÇÕES GERAIS PARA A ROTINA DIÁRIA:

1. Beba de dois a três litros de água ao dia;
2. Coma muitos vegetais folhosos;
3. Coma mamão, laranja com bagaço, maracujá com sementes, melancia e demais frutas ricas em fibras;
4. Água de ameixa;
5. Suco Verde sem coar;
6. Farelos (linhaça, arroz, aveia) e se-mentes;
7. Consuma brócolis, berinjela, abo-brinha, quiabo e demais vegetais;
8. Evite consumir alimentos muito pro-cessados, açúcar, farinhas refinadas e tapioca;
9. Não tome Orlistat como laxante;
10. Consuma fibras em pó;
11. Iogurtes, kefir ou Probi 25+ Acácia;
12. Faça atividade física.

A saúde intestinal é tão importante que é o intestino é considerado o segundo cérebro, então para uma vida mais leve e saudável, cuide do seu intestino.

 

robertatravassos bio 

ROBERTA TRAVASSOS GOMES CRF SP 38484
Farmacêutica especializada em Farmacoterapia, Cosmetologia, Administração, Nutrição Ortomolecular e Nutracêutica Clínica. Pós-graduanda em Nutrição Esportiva. Atua em P&D e consultoria a profissionais de saúde e indústria. Experiência de mais de quinze anos na área de manipulação, com docência em cursos de pós-graduação.

robertatravassos logo


 
(19) 3406.1227 |  98187.3218

Av. Campos Sales, 137 - Centro | Americana

 acaciadeamericana.com.br (loja virtual)
 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.