logotipo

O universo feminino e a terapia feita para a mulher

Lana Petrini

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

O terapeuta competente orienta caminhos para uma vida melhor

Ah, o maravilhoso universo feminino! E quantos mistérios que o envolve? Quantos desejos, sonhos, aflições, encantos e desencantos possui uma mulher? Por quais dificuldades e conflitos passarão a menina, a mulher e a idosa durante o seu caminho para a plenitude humana feminina? 

Nas pesquisas e mesmo na clínica percebemos o quanto a mulher está nos limites, sobrecarregada, um pouco perdida, outro tanto desorientada e muitas vezes embora rodeada pela família, muito solitária.
Quando percebem a necessidade de ajuda brotam queixas imensuráveis. Já à beira de um ataque de nervos por neuroses, dúvidas, reviravolta dos hormônios, relacionamentos, os filhos e o trabalho, têm uma sensação do caos evidente.
Trocando em miúdos, é importante mencionarmos algumas das dificuldades que rodeiam o corpo e a mente da vida feminina afetando o seu comportamento. Temos então a solidão, as dificuldades de um relacionamento amoroso, uma dose de falta de líbido, o ciúme descontrolado, a boa maternidade, a orientação e a educação dos filhos, a gravidez não planejada, o convívio com o acúmulo de responsabilidade. E o que falar da fobia, da depressão, angústias, stress e ansiedades. Os transtornos obsessivos compulsivos (TOC), a aceitação do próprio corpo, as perturbações psicossomáticas e as dores de cabeça constantes - insônia. Das dificuldades quase intransponíveis do autoconhecimento, autoconceito, autoimagem e da baixa autoestima. Do abuso da anfetamina, da dependência química de substâncias estimulantes e outras.
O que pode ajudar e dar suporte para essa mulher, orientando para um caminho onde ela consiga desmontar estas estruturas ruins e dar oportunidade para que o novo se revele, é a terapia. As atividades terapêuticas são dirigidas à recuperação do estilo mais saudável de vida, impondo um ritmo novo, reestruturando a qualidade emocional voltada para o bem estar desse corpo e mente.
A terapia é o caminho da autodescoberta e da salvação para os vínculos interpessoais e familiares. O processo terapêutico promove mudanças e os ganhos na qualidade da vida são evidentes. A mulher passa a perceber-se melhor, fazendo com propriedade as suas próprias escolhas. Portanto, a terapia é a cura dessa relação consigo mesma, é a equalização da sua forma de viver. Pratique terapia e viva melhor.



Lana Petrini - Neuropsicopedagoga
Transtornos, Distúrbios e Dificuldades de Aprendizagem
Avaliação. Intervenção e Prevenção
Orientação de Pais e Orientação Vocacional
Terapia Cognitiva e Terapia Feminina



(19) 3461.6546

R. 12 de outubro, 404, Sta. Catarina - Americana
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.