logotipo

Acupuntura para crianças

Edilaine Santichi Soares

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Técnica indolor, prática e natural para tratar seus pequenos

Quando o assunto é acupuntura, quase nunca se imagina uma criança passando pelo tratamento. O que muitos não sabiam, até pouco tempo, é que essa técnica da Medicina Tradicional Chinesa é ótima não só para tratar patologias em adultos, mas também pode trazer inúmeros benefícios para a saúde e o desenvolvimento infantil. Não há restrição de idade para se fazer uso dessa terapia chinesa. Geralmente acontece ampla divulgação do trabalho focado nos adultos e pouca informação sobre o tratamento com as crianças.
Em cada fase do desenvolvimento infantil é esperada a aquisição de novas habilidades físicas, motoras, cognitivas e psicológicas que influenciarão diretamente no relacionamento interpessoal e na expressão da personalidade. Cada uma dessas fases vem acompanhada de ansiedades e medos específicos, de questões fisiológicas, como cólicas, resfriados entre outros.
Pode haver ainda, as disfunções neurológicas e ou psicológicas, problemas com a concentração, hiperatividade, as quais dificultam o aprendizado escolar, o convívio com os colegas e com demais pares.
À medida que a criança cresce, passa a ser mais exigida no seu cotidiano, surgem novas atividades como - escola, esportes, ballet, curso de línguas, entre outros - e tudo isso vem acontecendo cada vez mais cedo, assim o nível de estresse e ansiedade aumenta muito

Como a acupuntura pode ajudar?
• Do nascimento aos cinco anos: técnica sem agulhas através da auriculoterapia que estimula pontos na orelha através de sementes, magnetos ou stiper (pastilhas que contém em sua propriedade silício cristalizado), e, estímulos de pontos por diversas áreas do corpo com sementes, magnetos ou stiper sistêmico - para tratamento de cólicas, problemas gastrointestinais, alergias em geral, etc.
• A partir dos cinco anos: realizado através do Hai Huá - aparelho que substitui as agulhas, utilizando energia eletromagnética para estímulo dos pontos. É complementado com auriculoterapia. Somente após os sete anos é que pode ser aplicado o uso de agulhas. As indicações são para tratamento de alergias, problemas respiratórios como rinite, asma e bronquite além de enurese noturna, ansiedade, dificuldades de concentração, hiperatividade e distúrbios do sono.


    


    

Edilaine Santichi Soares
- CRBM 15734
Biomédica Acupunturista

(19) 3043.7203 | 3601.6200
Rua Quintino Bocaiuva, 792, Santa Catarina - Americana