logotipo

Mulheres inteligentes cuidam da saúde do cérebro

LETÍCIA MACIEL E BÁRBARA ROCHA

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

A ginástica cerebral é uma ferramenta que estimula o desenvolvimento de habilidades de forma exponencial

Tem muita mulher que sua a camisa para ficar com os músculos definidos, não é verdade? Mas tem uma parte do corpo que não pode ser deixada de lado: o cérebro.
A mulher desempenha atualmente muitos papéis ao mesmo tempo: mãe amiga, executiva, esposa e atleta, ou seja, precisa se dedicar aos cuidados com a saúde, beleza, carreira e relacionamentos.
Com esta vida agitada de multitarefas, muitas mulheres reclamam de lapsos de memória, o famoso “deu branco”. A cabeça sempre ocupada e os dois celulares, os filhos pequenos, o relatório de resultados da empresa e o marido viajando são os principais vilões da tranquilidade da mulher.
Muitas dão conta do recado, mas para ter foco e facilidade para enfrentar os desafios do cotidiano é preciso também ter um cérebro ativo e saudável.
A ginástica cerebral, uma prática que vem ganhando cada vez mais adeptos em todo o mundo, é uma prática que melhora o desempenho cognitivo, aumenta a capacidade de atenção, memória, raciocínio, visão espacial e linguagem.
É isso mesmo, problemas com falhas de memória têm solução. Os exercícios para o cérebro ajudam mulheres que, mesmo aos trinta anos, já apresentam falhas de memória e precisam de foco. O domínio destas faculdades facilita o desempenho profissional e pessoal.
Com o passar dos anos, a cabeça vai ficando devagar. Em tempos de competitividade no trabalho, nosso cérebro não pode falhar. E os exercícios para o cérebro fazem a diferença também na vida pessoal, porque ajudam a lidar com problemas de forma criativa e aumentam a autoestima.
“A ginástica cerebral faz toda a diferença na minha vida. Hoje me organizo melhor, tenho mais coordenação na natação e nos exercícios físicos. Fiquei mais rápida para fazer as coisas e estou até dirigindo melhor”, afirmou Danize Wicher, de Santa Bárbara D’Oeste, aluna do SUPERA, curso de ginástica cerebral com franquias em todo Brasil.
Hoje, a sensação da Danize é a de que o tempo está rendendo mais, consegue fazer mais coisas em menos tempo. Isto acontece por que ela está mais focada, mais autoconfiante e rápida para tomar decisões. É um tempo utilizado para si mesmo, com reflexos especiais no dia a dia da sua vida. É você no controle daquilo que quer ou não quer fazer.

(19) 3629.3341
Rua Dona Margarida, 198, Centro – Santa Bárbara d’Oeste
www.metodosupera.com.br