logotipo

Habilidades sociais. Você pode desenvolvê-las e ter sucesso!

Luciana Faria

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Como sabemos, o ser humano é um ser social por excelência. Por consequência necessita de vínculos interpessoais de relacionamentos, os quais são responsáveis pela construção dos nossos sentimentos, dentre eles, da nossa autoestima.

O tempo todo estamos em meio à pessoas. No trabalho, na escola, em um clube, numa festa, em família, e, precisamos saber lidar com as diferentes situações e pessoas da maneira mais adequada. É imprescindível saber se comunicar, expressar sentimentos e opiniões, se colocar no lugar do outro e, no mínimo, manter a civilidade. Essas habilidades recebem o nome de habilidades sociais - comportamentos produzidos para lidar com os amplos contextos interpessoais.
Dizemos que um sujeito possui habilidades sociais quando ele é capaz de manter relações interpessoais agradáveis e evitar ao máximo as situações desagradáveis. Já o sujeito com pouca habilidade social passa constantemente por situações de frustração, insegurança e ansiedade. Quem nunca esteve numa festa em que não conhecia ninguém e ficou isolado, ou presenciou uma pessoa que ao apresentar um trabalho escolar ou ao participar de uma reunião de trabalho sua frio, gagueja e, tem tremedeira. A pessoa com pouca habilidade social dificilmente terá sucesso na festa e ou nas apresentações acadêmicas e profissionais. Daí uma possível frustração e insegurança estarão presentes nas situações futuras.
Enfrentar as situações difíceis com coragem é importante, mas nem sempre resolve o problema. Sem a ajuda de um profissional, o sujeito poderá vivenciar muitas situações desagradáveis para alcançar o sucesso, ou então nem alcançá-lo. Dessa forma, a pessoa passará a evitar cada dia mais esse tipo de situação. Em nosso dia a dia convivemos com essas pessoas, é aquele amigo que tem vergonha de pedir uma informação, ou aquela colega de trabalho que teve uma ótima ideia para melhorar o funcionamento do escritório, mas não consegue falar para o chefe...
Na prática da Psicoterapia Comportamental podemos entender como as pessoas se comportam em cada situação e compreender onde realmente estão suas dificuldades.    
Para desenvolver as habilidades sociais utilizamos exemplos, orientações, dramatizações e principalmente manejamos situações de forma que o cliente tenha menor contato com situações desagradáveis e mais contato com as agradáveis. Proporcionamos assim um maior sucesso durante as interações praticadas o que consequentemente estimulará a exposição e as interações interpessoais adequadas. Uma vez alcançado o sucesso, nossa autoconfiança também aumentará, o que fará com que a pessoa sinta-se mais segura  para enfrentar tais situações.


 

Luciana Faria - CRP 06/84230
Psicóloga, Especialista em Psicoterapia Comportamental

(19) 3461.8177
Rua Niels Nilsen, 140, Vila Medon – Americana
Atendimento particular e convênios: Bradesco, Medservice, Saúde Caixa, Cassi.