logotipo

Fugir ou mudar? A escolha é sua!

Ana Paula Banov

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Como seres humanos, temos a tendência de fugir de tudo àquilo que nos faz mal, que nos perturba, que nos trazem pensamentos “não adequados”, enfim de tudo o que nos distância daquilo que achamos que somos ou que queremos parecer ser. 

 Vejo todos os dias, nos consultórios, uma repetição da vida cotidiana: a fuga como resolução de todos os problemas. É como se, ao fugir, os problemas desaparecessem. Mas você já percebeu que muitas vezes enfrentamos problemas ou conflitos parecidos? Algumas pessoas parecem que sempre tem chefes tiranos, outras pessoas relações doentias, outras ainda vivem sempre com alguma doença que as fazem conhecer todos os médicos do plano de saúde. É como se cada vez que tentam correr daquele conflito, esbarram em outro muito parecido na próxima esquina. 
Um dos pensamentos mais famosos do Dr. Carl Gustav Jung é: “O que não enfrentamos em nós, encontramos como destino”. E é a mais pura verdade! 
O fato é que até podemos mudar de emprego, companheiro, amigos ou até de país, mas enquanto não resolvermos questões internas, continuaremos a enfrentar os mesmos conflitos. Mudam-se os personagens, mas o ator principal não muda. Você até pode fugir das pessoas e das situações, mas não consegue fugir de você mesmo. Independentemente de querermos ou não, todos nós temos medos, desejos, fantasias e sentimentos que nos acompanham, onde quer que formos. 
Precisamos desenvolver o respeito pela pessoa que somos, começando pela aceitação própria. Sim, aceitar que tudo isso é nosso, numa atitude de auto-amor. Antes de aceitar e amar o outro, precisamos aceitar e amar a nós mesmos. Para isso, é preciso aumentar o nosso conhecimento sobre quem somos de verdade e, a partir daí, tomar a decisão se você quer mudar sua percepção de vida ou continuar fugindo. A escolha mais fácil com certeza é fingir e fugir, mas não é a que vai mudar a situação, muito menos é a mais saudável. 
Li uma vez que o segredo da felicidade está em como enfrentamos as situações da vida. Você pode ficar se lamentando a vida toda ou fazer valer a pena. A decisão é sua. Sua vida só vai mudar quando você decidir mudar. Por isso, invista tempo em conhecer-se, faça o melhor, seja positivo e supere os seus limites.

 



Ana Paula Banov

Psicanalista Clínica

(19) 3461.1863 | 99113. 3474
Rua Doze de Outubro, 45, Santa Catarina – Americana
(19) 2511.3970 - Clínica Gênesis
Rua Frei Antonio de Pádua, 1315, Bairro Guanabara - Campinas
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.