logotipo

Que briga é essa?

Danielle Emboaba

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Casais, quando pensam que se conhecem, podem incorrer em erros bem conhecidos.

Conflito no casamento! É normal?  Sim! Não existe casamento e relacionamento sem conflito. O que é importante é identificar nesses conflitos se eles são saudáveis. Se há diálogo, compreensão por parte do companheiro (a), se afeta a relação a ponto de causar incomodo perverso. Conflito extremamente cansativo, sem diálogo ou compreensão, merece atenção. 

Por que o relacionamento no namoro é uma coisa e no casamento e outra? As pessoas mudam tanto assim ao se casarem?  As pessoas não mudam de um dia para o outro. O namoro é uma construção - depois do estágio da paixão muita coisa pode ser notada já no namoro. O que acontece no casamento é a mudança na rotina das pessoas, de ambos. Hábitos, manias e costumes passam ser vistos de perto. Há esse período de adaptação, mas passa. É preciso paciência e carinho. 

Como deve ser a vida sexual de um casal? Deve ser de acordo com a dinâmica do casal. Isso muda de casal para casal. O importante e observar se a vida, se a rotina sexual melhorou, ou decaiu ao longo do tempo - se incomoda, é importante relevar, relembrar e conversar sobre o assunto. Infelizmente muitos fatores influenciam a vida sexual de uma pessoa. É importante saber o que o companheiro (a) está pensando, sentindo. Às vezes, mudar a dinâmica sexual pode ser muito satisfatório. 

O que fazer com o ciúme?  O ciúme é necessário em uma relação, porém, ciúme “de cuidado”, com bom senso. O ciúme é uma das maiores queixas faladas no consultório. São freqüentes. Trata-se de sentimento que quando mal colocado, ou mal interpretado, causa reflexos e abala qualquer relação. Tudo é uma questão de pensar e refletir o ciúme, sua origem, sua causa.  Pessoas ciumentas são desconfiadas, não confiam nelas próprias - e demonstram muita insegurança.  

Seja qual for seu conceito de relacionamento, sua crença e opinião, conviver é um exercício diário. Não é fácil, mas também não precisa ser sofrido. A terapia vem ajudando homens e mulheres a entender um pouco mais sobre relacionamentos, conflitos internos e autoconhecimento. A terapia pode nos melhorar de verdade. Melhorar nossos relacionamentos, melhorar nossa vida.


 

Danielle Emboaba
CRP 06/111898
Psicóloga clínica
Descontos especiais para convênios: Irmam, São Lucas, Unimed e Funerárias.

(19) 3461.8177 | 99334.1670
Rua Niels Nielsen, 140
Vila Medon - Americana