logotipo

Sofrendo com dores articulares?

MARCELO MATOS

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Saiba o porquê as dores surgem e como se tratar de forma consistente.

Atualmente é bastante comum as pessoas reclamarem de dores na coluna, joelho, quadril e ombro, e dizerem que é por causa da artrose. Será que é somente esta a causa? 

O corpo é único, existem estruturas diferentes, porém todas elas se complementam e se comunicam. Por exemplo, o estômago é ligado no fígado, no diafragma e na coluna, que se conecta com os membros inferiores. Como todos estão diretamente ligados qualquer alteração em um deles repercute em todos os outros.

Nos casos da dor articular, uma maneira fácil de entender é que nossas articulações funcionam como uma empresa. Imagine algo que necessita de dez pessoas trabalhando juntas, porém duas pessoas faltaram ou estão fazendo corpo mole, as outras precisam suprir a ausência delas, e aí tem sempre uma que fica mais sobrecarregada. Esta pessoa sobrecarregada começa a reclamar. Então qual é a real causa deste problema? Todos concordam que a consequência é a pessoa sobrecarregada e a causa é quem faltou.

No corpo humano acontece da mesma maneira. Vamos usar uma artrose do joelho para ilustrar. Esta artrose foi causada por excesso de movimento do joelho, em resposta a uma diminuição do movimento de outras articulações próximas, como pé, tornozelo, quadril e coluna lombar. Se alguma delas começa a não trabalhar da forma correta por algum motivo, consequentemente o corpo se adapta à situação e faz com que o joelho compense o movimento, para que não sejamos prejudicados. Porem, com o passar do tempo o joelho começa a sobrecarregar-se e a reclamar através das dores. Tal excesso pode causar degenerações na cartilagem, e, a tal artrose.

Para o sucesso de qualquer tratamento é necessário identificar as causas primárias - quem não está trabalhando direito – que, neste caso, são os pés, os tornozelos, quadris e coluna lombar. Ao normalizar o movimento destas estruturas diminui-se a sobrecarga do joelho, fazendo com que as dores diminuam ou desapareçam por completo, permitindo uma vida normal, sem restrições.

Isto é possível através de tratamentos que olhem para o corpo como um todo, como a Osteopatia, que é uma filosofia de tratamento que visa tratar a pessoa e não a doença, utilizando técnicas manuais e reequilibrando o corpo. Faz com que corpo encontre a sua cura ou amenize suas dores. Após ou conjuntamente com este tratamento é imprescindível o ganho de força muscular, para que a região sobrecarregada fique forte e seja capaz de absorver o acúmulo de impacto em lhe é atribuído.


 

Marcelo Matos - CREFITO3 - 127464
Fisioterapeuta Osteopata



(19) 99294.8472
Rua 12 de outubro, 512, Santa Catarina- Americana
www.marcelomatososteopatia.com