logotipo

Você é organizado?

EMANUELE MENDES

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Qual a importância da organização na nossa vida?

Como está seu guarda roupa? Sua bolsa e ou mochila? Tudo o que você procura, logo encontra? Se você ficou pensando e ou fez caretas frente a essas questões é porque alguma coisa pode estar mesmo fora do lugar.
A organização é essencial para a sobrevivência. Sem organização não existiria controle frente algumas situações, não existiriam regras, não haveria harmonia e nem paz nos ambientes, fora todo o lixo que seria acumulado, que desencadearia sérios problemas de saúde. Afinal, até uma boa higiene mínima precisa de certa organização.
Mas como ser organizado? Como manter tudo em harmonia e paz? São perguntas tentadoras que para muitos soa impossível. Desde que se tenha opções e força de vontade para mudar tudo pode acontecer. A organização tem uma ligação direta com a nossa autoestima. E o nosso ambiente pessoal, como o quarto, o armário e a maneira de cuidarmos das nossas coisas representa como nos sentimos por dentro. Daí que podemos afirmar ser necessário ter boa dose de autoestima para lutarmos contra a preguiça, vencer o desânimo e a apatia, deixar de lado os pensamentos “depois eu faço... deixa para amanhã” e viver de forma simplesmente organizada.
Existe uma bagunça saudável e uma problemática. Aquela bagunça organizada na qual você se acha é normal, como quando cozinhamos, preparamos as malas para a viagem ou quando estamos criando e ou inventando algo. É uma forma descontraída, criativa e leve de fazer e vivenciar as coisas. Mas, quando guardamos roupas antigas e as que não servem mais, coisas quebradas, papéis desnecessários, estamos acumulando energia sem valor e isso é anti-higiênico, antiecológico e consequentemente antiprodutivo - tudo meio aglomerado se torna sem sentido, sem valor, tumultuado e sem cuidado próprio.
É necessário pararmos, às vezes, para rever nossos hábitos e refletir sobre o que é saudável e o que pode ser problemático, repensar os conceitos que você tem de si e da vida e ir atrás de estratégias para colocar tudo no seu devido lugar, se achar dentro do seu próprio eu.  É o permitir ser flexível e o mexer na própria bagunça - faz parte deste processo de autoconhecimento. Quem se ama quer o melhor para si e re-bagunçar os maus hábitos pode ser o início de uma autoestima revigorada. Permita-se, e se necessário, procure ajuda. Ninguém merece ficar perdido e deixar de viver a vida intensamente. A vida é única e a mudança poderá ser melhor do que o abandonar a si mesmo.


emanuele bio

Emanuele Mendes
CRP 06/109101
Terapia Cognitivo-Comportamental
Crianças | Adolescentes | Adultos
Pós-graduada e Especialista em Orientação Profissional
Testes em Orientração Profissional Especialista em Terapia Infantil
Aplicação de testes WISC e WAIS
Auriculoterapia Francesa

 
 emanuele logo

 
(19) 3043.5646
(19) 99128.8837

Rua Fortunatro Basseto, 345, Vila Medon | Americana