logotipo

VARIZES. DESCUBRA OS MOTIVOS QUE LEVAM AO PROBLEMA E SAIBA COMO TRATAR

MARCIO BARRETO

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Conheça tratamentos que vão deixar suas pernas saudáveis e muito bonitas

A chegada dos dias mais frios anima muita gente a cuidar da saúde e estética das pernas. A temperatura se torna mais agradável e até a moda traz novas tendências, para todas as ocasiões. E mesmo assim, algumas mulheres ainda insistem em se esconder com calças compridas e saias longas, por conta de um problema de saúde bastante desconfortável: as varizes.
Causadas pela dilatação das veias – geralmente dos membros inferiores - o problema dificulta o retorno venoso ao coração, causando inchaço, coceira, dor e o aspecto tortuoso e azulado das veias, o que compromete a qualidade de vida das pacientes.
Mais do que um problema estético, as veias dilatadas, ou varizes, podem se tornar problemas graves de saúde e demandam tratamento médico especializado. É preciso determinar qual é o tipo de variz para poder escolher a melhor terapia. 
Mesmo as telangiectasias - os famosos vasinhos – que são linhas finas de aspecto azulado ou esverdeado, representam realmente uma doença vascular, não são simplesmente um problema estético, podem trazer complicações, como eczema, dermatite e até mesmo causar manchas na pele.
Existem várias opções de tratamento e muitas vezes somente a conhecida “aplicação”, a escleroterapia, pode não ser suficiente ou trazer os bons resultados possíveis. Vale lembrar, que apenas o cirurgião vascular está apto a identificar qual é o tipo de variz da paciente e prescrever o tratamento mais indicado para aquele problema.

E por que elas aparecem?
Muitos fatores colaboram para o surgimento deste mal, mas principalmente o gênero – ser mulher influencia radicalmente na questão e no estilo de vida. Também pessoas sedentárias, obesas ou que passam muito tempo sentadas ou de pé, são tendenciosas a terem varizes. Outros motivos comuns são a hereditariedade, idade e hormônios, uso de anticoncepcionais, e, a gestação.

Tem tratamento?
Sim, há como tratar.
O estilo de vida é imprescindível tanto para se evitar o aparecimento das veias varicosas quanto para a sua terapia. Por isso, é essencial no dia a dia se exercitar e buscar perder peso.
A prática de atividade física regula os níveis hormonais, fortalece a musculatura das pernas, estimula o retorno venoso e ainda mantém o peso controlado. Daí também a importância de não ficar longos períodos na mesma posição. Saia, ande, mexa-se.
O uso de meias de compressão também pode ser indicado, mas com o devido critério médico, já que não é todo mundo que deve ou que pode fazer uso da meia elástica. Em alguns casos seu uso é até proibido.
Existem ainda os medicamentos e procedimentos cirúrgicos para quando necessário, nos casos avaliados pelo médico cirurgião vascular que acompanha a paciente. Os procedimentos mais invasivos respondem bem, mesmo quando realizados em qualquer época do ano.

Não se engane! 
Tratamentos como massagens e drenagens linfáticas não causam varizes, mas também não resolvem o problema. A orientação médica especializada é essencial para avaliar a real necessidade de qual dos procedimentos é o mais apropriado. Assim, a relação médico-paciente deve ser com plena confiança, para que tudo saia como o planejado e para que a pessoa recupere ao máximo sua autoestima, sem colocar em risco a sua saúde.


marciobarreto bio


DR. MÁRCIO BARRETO
CRM 181241
Cirurgião Vascular

marciobarreto logo

(19) 3461.3800
98931.0246

Rua Herman Müller, 199 - Centro | Americana
 Clinica Bitar Barreto

Don't have an account yet? Register Now!

Sign in to your account