logotipo

VERÃO SEM CANGA

LUCIANA M. FORTI

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Americana você encontra o tratamento que apaga vasinhos e varizes numa tacada só

Chamado de ClaCs, o procedimento combina laser transdérmico, e injeção de glicose que oferece pouca chance de manchas e reações alérgicas.  
Infelizmente as mulheres têm uma tendência maior que os homens para a aparição de vasinhos vermelhos, em alguns pontos das pernas, que podem ser traduzidos naquelas linhas curvas e roxinhas que surgem principalmente nas coxas, joelhos e tornozelos. Isso porque, além da genética, as varizes também estão relacionadas às ações e flutuações dos hormônios femininos, que costumam agir de forma a provocar a dilatação de todas as veias. Para completar, as altas temperaturas provocam a vasodilatação, para poder ajudar na transpiração e equilibrio da temperatura do organismo, mantendo-o estável, por outro lado acaba por desfavorecer quem já tem problemas com varizes.    
A técnica ClaCs é um tratamento que une o uso do laser transdérmico à escleroterapia, e o resfriamento da pele, guiados pela realidade aumentada.   
Estudo demonstram que não há contraindicação absoluta à exposição ao sol logo após dez dias do procedimento, de qualquer forma, se você estiver sob acompanhamento do seu angiologista de confiança, você pode tirar suas dúvidas e aproveitar o que há de melhor em todas as estações do ano, sem se preocupar demais.   
Para desvendar ainda mais os segredos da técnica e definitivamente perder o medo do tratamento: o procedimento é acompanhado pela aplicação de gel resfriado, um resfriador de pele, e o líquido esclerosante fica num cooler que refrigera a glicose, a menos de quarenta graus, o que torno o nível de dor durante a aplicação menor ou igual à depilação a laser, ou seja pouquíssimo.   
Dependendo do caso, em geral, três sessões são suficientes para resolver o quadro, com melhora significativa.   
Dentro de um ano está indicada a reavaliação para manutenção. Os vasinhos não têm chance de voltar no mesmo local, novos vasos e varizes podem surgir, mas em outras regiões.   
A técnica permite o tratamento de veias um pouco mais calibrosas - que habitualmente seriam tratadas com microcirurgia – e, dos vasinhos, geralmente com resultados mais rápidos e com a grande vantagem de ter chance “zero” de alergia, com menor taxa de manchas e de complicações. O valor da sessão de ClaCs varia de acordo com a quantidade de vasos e disparos de pulsos de laser.

lucianamarcolino bio


DRA. LUCIANA M. FORTI

CRM 89.117
Angiologia e Cirurgia Vascular


cvo