logotipo

Balão intragástrico

ADRIANO GELMINI

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Indicado para pacientes com obesidade que já tentaram outros tratamentos clínicos

A colocação do balão intragástrico (BI) é um dos procedimentos médicos que visam o combate à obesidade mórbida. Consiste na introdução de um balão de silicone inflável dentro do estômago por via endoscópica. Trata-se de um procedimento bastante simples, realizado em ambiente ambulatorial, que requer apenas sedação leve.
O estômago quando vazio secreta a grelina - um potente estimulante de apetite para o cérebro. Até o momento não existe uma medicação que inibe essa secreção. Com o BI conseguimos menos exposição á grelina, redução do apetite e o aumento da saciedade pela ação mecânica sobre o sistema nervoso autônomo do estômago. O BI estimula receptores do fundo gástrico que sinalizam para o sistema nervoso central “avisando” da saciedade precoce – e reduz a capacidade do “reservatório” gástrico. Estes dois mecanismos levam a diminuição do volume de alimentos ingeridos e à consequente diminuição do aporte calórico – perda de peso com redução da obesidade.
Para quem é indicado o balão?
O balão intragástrico é indicado para pacientes que já tentaram os outros tratamentos clínicos - dieta, atividade física e medicamentos – mas tiveram resposta insatisfatória. É indicado para aqueles que não toleram medicamentos ou não podem usá-los devido outras doenças, e, para pacientes acima do IMC 27. Vários estudos já avaliaram o BI também em pacientes pré-obesos com boas respostas e segurança.
Quais as vantagens do BI como método de tratamento da obesidade?
As principais vantagens são a reversibilidade, uma vez que o BI pode ser retirado a qualquer momento, a segurança dado o baixo risco de complicações, e, a repetibilidade, pois o BI pode ser colocado sucessivas vezes, se necessário. O fato de promover emagrecimento sem uso de medicamentos moderadores de apetite é uma boa alternativa para pacientes que apresentam intolerância, contraindicações ou ausência de resposta aos medicamentos. É importante ressaltar que o procedimento BI é para seis meses e necessita do comprometimento do paciente.
Qual a perda de peso esperada com o balão intragástrico?
Embora a perda média fique entre 15 e 20% do peso inicial, é extremamente variável e depende do peso inicial do paciente, da adaptação, do volume de preenchimento, da disposição emocional para mudanças, da adesão ao controle clínico e nutricional, do grau de atividade física, metabolismo basal, etc. A perda mínima considerada bem sucedida é de 10% do peso inicial. Há pacientes que perdem mais de 30 kg. A motivação e a disciplina do paciente para realizar as mudanças e o acompanhamento do especialista são os grandes determinantes deste resultado.

 



Dr. Adriano Gelmini - CRM 100219
Clínica e Cirurgia do Aparelho Digestivo
Endoscopia Digestiva Alta e Baixa
Videolaparoscopia e Cirurgia Bariátrica.
(19) 3648.8870 | 3645.1254     
Rua Fernando de Camargo, 895 - sala 63
Ed. Rotary – Centro, Americana