logotipo

Zumbido, você tem? Conheça a solução para este barulho incômodo

Luciana Ramos

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Muitas pessoas sofrem com zumbido. Este é o nome que se dá a percepção de som, do estar escutando algo quando não há nenhuma fonte sonora externa, ninguém fazendo barulho algum.

Para alguns este som acontece semelhante a um apito, para outros na forma de um chiado, ou de um assobio, ou também como o barulho de uma cachoeira.
O zumbido tem intensidade, periodicidade e frequência. Pode ser alto ou baixo, variando de volume. Pode acontecer em determinados períodos da vida, indo e vindo de forma alternada, e ainda, ser mais ou menos grave, mais ou menos agudo – barulho fininho, barulho grosso. 

O zumbido tem diversas causas. Relaciona-se principalmente à alteração do próprio sistema auditivo, ao estilo de vida, à saúde em geral e ao estado emocional. Um mesmo indivíduo pode conter e se apresentar com mais de um desses fatores desencadeantes.

Em geral as pessoas que sofrem de zumbido relatam dificuldades na compreensão da fala de outras pessoas, sofre-se de insônia, dor de cabeça, depressão, falta de concentração e alterações sensíveis na qualidade de vida - impacto negativo no convívio social. 

Somente com uma avaliação precisa e personalizada pode-se estabelecer e adequar o melhor tratamento disponível. 

Para os quadros de zumbido não tratáveis pelas maneiras convencionais e medicamentosas, pode-se contornar o problema através de abordagem terapêutica de habituação e ou mascaramento com aparelhos auditivos e geradores de ruído - ou com a combinação deles. Esses dispositivos podem ser adaptados para quem tem audição normal, com perdas auditivas leves ou profundas proporcionando um verdadeiro alívio! São dispositivos discretos, extremamente efetivos, com o mesmo design dos aparelhos auditivos modelos receptor intra-canal - RIC. Com interface a software específico e auxilio de profissional especializado, o paciente pode escolher um som que se assemelha a seu zumbido. Pode escolher a intensidade desse som visando o conforto no seu dia a dia. Pode misturar e comparar várias possibilidades de ajustes. Tem controle sobre seu próprio zumbido.




Luciana Ramos - CRFa 5910
Fonoaudióloga do Amplus do Brasil Aparelhos Auditivos

(19) 3461.0053 | 3604.8458
Rua Presidente Vargas, 655,
Vila Medon - Americana