logotipo

Até onde a vaidade feminina é saudável?

Dra. Priscilla Senise

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Estar bonita e com a autoestima satisfatória é o que toda mulher deseja. Não há problemas nisso, desde que haja bom senso de médicos e pacientes para que sejam respeitados os limites do corpo e da mente, individualmente.

Infelizmente muitas mulheres são vaidosas ao extremo, de maneira obsessiva, e deixam de lado outros valores pessoais. A vaidade é essencial e pode deixar as mulheres mais interessantes, mas quando exercida em exagero, pode ofuscar a beleza preponderantemente feminina.

Assim, os limites da vaidade são a própria dignidade e o bom puro senso. Tem que se haver coerência nos cuidados com a beleza. Não se deixar dominar pelos “modelos de beleza” impostos pela sociedade, pela indústria da beleza e se ignorar a individualidade de cada um. Temos que respeitar a saúde do nosso corpo acima de tudo, acima de todas as ideias desse grande mercado incentivador de que existe uma única beleza padrão.

Dra. Priscilla Senise CRM 116275
Dermatologista Clínica, Cirúrgica e Estética