logotipo

Anestesia em cães e gatos: a importância do médico veterinário especialista

TAIZA MINATELI

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar em FacebookCompartilhar em Google PlusCompartilhar em TwitterCompartilhar em LinkedIn

Seu animal de estimação já precisou ser anestesiado? E você recebeu todas as informações necessárias sobre o procedimento?

Apesar de ser bastante comum, e importante, o procedimento anestésico ainda gera muitas dúvidas e medos, por isso, vamos falar um pouco sobre o assunto.

A anestesia é utilizada para pacientes que necessitam de sedação, relaxamento muscular e ausência de dor, nos casos de intervenções cirúrgicas, exames diagnósticos - raio-x, ultrassom, biópsias - ou em procedimentos ambulatoriais. Em todos os casos requer administração e acompanhamento de um profissional especialista no assunto - o médico veterinário anestesiologista.

O anestesiologista é responsável pela manutenção dos sinais vitais, como pressão arterial, batimentos cardíacos, frequência respiratória, temperatura e outras funções do organismo. Ele deverá estar ao lado do animal antes, durante e após o procedimento, zelando pelo bem-estar e assegurando a vida do animal.

A falta de informação sobre o assunto, muitas vezes leva as pessoas a terem receio e medo em relação ao procedimento anestésico. O risco anestésico existe e deve ser minimizado ao máximo. Para isso o anestesiologista realiza o planejamento cirúrgico, uma avaliação pré-anestésica que envolve exames de sangue e avaliação cardiológica. Após a avaliação é definido o tipo de anestesia, de acordo com a necessidade individual de cada animal, não sendo possível um protocolo padrão - cada animal possui as suas particularidades.

A anestesia mais utilizada é a inalatória - o anestésico é inspirado através de uma sonda endotraqueal, sendo absorvido diretamente pelos pulmões. A quantidade de anestésico inalado é controlada pelo anestesista, que garante segurança e precisão durante o procedimento. Nesse tipo de anestesia o retorno anestésico é bem mais tranquilo e rápido.

Um fator imprescindível é a monitorização feita com o uso de aparelhos, que permitem detectar previamente alterações durante o procedimento cirúrgico, dando condições necessárias ao anestesiologista para corrigir precocemente e impedir complicações - e até mesmo o óbito do animal. Outra vantagem é a tranquilidade que o cirurgião trabalha, já que as funções vitais estão sendo mantidas e monitoradas pelo colega veterinário.

Vale ressaltar que a anestesia deve ser realizada por um profissional especializado. Você pode procurar saber se a clínica tem disponível um anestesiologista - exija a presença desse profissional, tão importante quanto os procedimentos a serem realizados.

taizaminateli bio

Taiza Minateli
CRMV/SP 30964
Médica Veterinária Anestesiologista
Membro da APAV

(19) 99151.8531
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.